6 filmes sobre saúde mental

O Lado Bom da Vida (David O. Russell, 2012)

Depois de uma fase difícil de sua vida, Pat Solitano Jr. está disposto a seguir em frente e reconquistar sua ex-mulher. Através de amigos, ele conhece Tiffany, que lhe promete ajuda na tarefa da reconquista. Uma inesperada ligação começa a uni-los.

Vale lembrar que este filme é o que deu a Jennifer Lawrence o Oscar de Melhor Atriz.

Melhor é Impossível (James L. Brooks, 1997)

Melvin Udall é um escritor obsessivo-compulsivo de ficção romântica que é rude com todos que encontra, inclusive com Simon, seu vizinho homossexual. Quando Simon é hospitalizado, o cão do vizinho é deixado aos cuidados do rabugento escritor. Pouco a pouco, ele tenta melhorar e acha ser capaz de ter um relacionamento com a garçonete do restaurante local, a única que o serve e tolera suas peculiaridades.

Cisne Negro (Darren Aronofsky, 2010)

Nina é uma bailarina cuja obsessão pela dança supera todas as facetas de sua vida. Quando o diretor artístico da companhia decide substituir sua prima ballerina para a produção de estreia de “O Lago dos Cisnes”, Nina é sua primeira escolha. Sua concorrente é a novata Lily. Embora Nina seja perfeita para o papel do Cisne Branco, Lily personifica o Cisne Negro. A rivalidade entre as duas bailarinas se transforma em uma amizade distorcida e o lado obscuro de Nina começa a vir à tona.

Natalie Portman recebeu o Oscar e Bafta de Melhor Atriz por esse filme.

Um Estranho no Ninho (Milos Forman, 1975)

‘Um Estranho no Ninho’ é o segundo longa metragem filmado nos EUA por Milos Forman, adaptado do romance homônimo de Ken Kesey. Ambientado em uma clínica psiquiátrica, o filme conta a história de Randall McMurphy, um indivíduo de espírito livre que termina lá fugindo da prisão e lidera os pacientes em uma rebelião contra a equipe opressivai, chefiada pela enfermeira Ratched.

O filme também rendeu Oscar de Melhor Ator e Atriz paraJack Nicholson e Louise Fletcher.

A Netflix lançou em 2020 a série Ratched que é um prequel sobre a vida da misteriosa enfermeira.

Garota, Interrompida (James Mangold, 1999)

Em 1967, após uma sessão com um psicanalista que nunca havia visto antes, Susanna Kaysen foi diagnosticada como vítima de Transtorno de Personalidade Limítrofe ou “borderline”. Enviada para um hospital psiquiátrico, onde viveu nos dois anos seguintes, ela conhece um novo mundo, de jovens garotas sedutoras e transtornadas. Entre elas está Lisa Rowe, uma charmosa sociopata que organiza uma fuga com Susanna, Georgina e Polly, com o intuito de retomarem suas vidas.

A atriz Angelina Jolie levou o Oscar, Globo de Ouro, SAG e Critical Choice como Melhor Atriz Coadjuvante.

Se enlouquecer, não se apaixone (Anna Boden e Ryan Fleck, 2011)

Estressado pela adolescência, Craig Gilner, de 16 anos, decide se internar em uma clínica de saúde mental. Infelizmente, a ala jovem está fechada, portanto ele tem que passar a sua estadia de cinco dias com adultos. Um deles, Bobby, rapidamente se torna seu mentor e passa a protegê-lo. Enquanto isso, Craig se sente atraído por uma jovem adolescente, Noelle, que pode ser a cura de que ele precisa para esquecer uma paixão não correspondida.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s